RSS

Arquivo da tag: Riot

Minha saída do Caralivro

Buenas, caros amig@s reais e virtuais.

Anuncio aqui que estarei encerrando minha conta no Facebook (o que eu já deveria ter feito há muto tempo) nos próximos dias e explico as razões a seguir:

Estamos vivendo a era do capitalismo do vigilantismo, onde os metadados das pessoas são o novo petróleo.

Quem me conhece ou acompanha minhas postagens em mídias sociais livres como Diaspora, GNU Social e rede Matrix (onde uso o cliente 100% livre Riot) pode constatar que acredito no empoderamento das pessoas através de meios que possibilitem a livre expressão sem censura, mineração de dados e vigilantismo, onde Facebook (Caralivro) vai de encontro a estas premissas.

Sei que algumas pessoas que estão na minha lista de amig@s reais e virtuais não entenderão minha decisão devido ao grau de alienação cognitiva em que se encontram (e respeito, pois cada um tem seu tempo para entendimento), pois deverão reavaliar sua permanência numa mídia social que cerceia a liberdade de expressão, uma vez que limita as postagens a um certo número de contatos que o algoritmo do Caralivro elege, assim como repassa informações de seus “usuários“ a NSA, governos, empresas e a quem pagar mais, entre outras coisas.

Quero aqui espraiar que esta é minha opinião pessoal ao estudar os efeitos psicológicos que algumas mídias sociais exercem sobre seus usuários (leia-se “usados).

Imagino que algumas pessoas irão se identificar com estes argumentos, outras não entenderão e algumas irão parar de ler antes de chegar a este ponto.

Já pararam para pensar do que sobrevive o Caralivro? Tu pagas para usar o serviço?

Facebook é uma das empresas mais valiosas do mundo. Quando não pagamos por um produto e este produto pertence a uma empresa, somos o produto.

Saliento que meu objetivo através desta mensagem não é tentar convencer a pessoas a cancelarem suas contas no Caralivro, mas sim estimular a reflexão a respeito.

Lembaras daquela sensação que tínhamos antigamente quando recebíamos uma carta? Era muito legal saber que alguém tinha dispendido um espaço de tempo para enviar uma mensagem somente para nós, não é?

A sensação de receber um e-mail ainda é algo muito legal (pelo menos para mim).

Curtir fotos e comentários hoje no Caralivro se tornou, de maneira genérica, algo mais do ponto de vista de “consideração” do que propriamente vontade de fazê-lo.

As mídias sociais há muito tempo não são sociais: são sistemas de alimentação do ego através de um sofisticado sistema de recompensa e reforços positivos baseados em curtidas.

Pense nisso!

Possuo e-mail, celular, Diaspora, GNU Social e Riot. Isso significa que se alguém quiser verdadeiramente entrar em contato comigo, o fato de não ter uma conta no Caralivro não impede de fazê-lo.

Mas tem uns grupos legais no Caralivro…”

Sim, concordo que existam algumas informações relevantes sobre vários assuntos nesta plataforma, porém não é o conteúdo que a torna “legal”, mas sim determinados assuntos nela tratados. Estes debates podem continuar em mídias sociais livres que respeitam seus usuários e que os empoderam, como por exemplo, Diaspora, GNU Social, Rede Matrix (que pode ser usado pelo cliente Riot), entre outras.

Estarei cancelando minha conta daqui a alguns dias. Porque esperar? Porque quero dar tempo para que meus amigos reais e virtuais possam ler isso e refletirem a respeito. Se me convencerem de que estou errado, revogo minha decisão.

Aproveito para convidar que participem da mídia social livre e federada Diaspora aqui: https://diasporabr.com.br

 
6 Comentários

Publicado por em 14 de agosto de 2017 em Privacidade, Serviço Social

 

Tags: , , ,

Grupo sobre Software Livre na rede Matrix pelo cliente Riot

Estamos com um grupo sobre Software Livre na rede Matrix pelo cliente Riot.

Rede Matrix é 100% Software Livre!

Riot é 100% Software Livre!

Acesse https://riot.im/app/#/room/#ultraGNU:matrix.org

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de julho de 2017 em Informática, Software Livre

 

Tags: , ,

Software Livre na rede Matrix

Socializando: Continuamos nossa luta pela liberdade de software na rede Matrix: https://matrix.to/#/#ultraGNU:matrix.org .

Riot tem cliente e servidor livre, descentralizado e federado.

Riot tem pontes com outras redes,  como por exemplo, IRC.

Quem não está lá ainda, vale muito a pena experimentar!

 

Tags: , ,