RSS

Arquivo da tag: Google

Liberte seu Android!

Android é um sistema operacional desenvolvido pela Google. Infelizmente, os drivers para a maioria dos dispositivos e aplicativos da Android Market não são Software Livre. Eles geralmente trabalham contra o interesse dos usuários, espionando seus dados e às vezes não podendo ser removidos posteriormente.

Liberdade e Controle

A maioria dos dispositivos móveis não são controlados pelos usuários, mas pelo fabricante e pela operadora. O software que roda neles não é Software Livre. Mesmo Androids que rodam com software proprietário e add-ons pagos, geralmente não funcionam só no interesse do usuário. Atualizações só serão disponibilizadas, se o fabricante tiver ainda um interesse comercial nesse dispositivo. Os aplicativos (apps) disponíveis a partir do Market são na maioria das vezes proprietários, ou seja, pagos e fechados. Ninguém tem permissão para estudar como eles funcionam e o que eles realmente fazem com seu telefone. Muitas vezes, simplesmente não funcionam exatamente como você quer, podem conter vírus e softwares maliciosos

Rodando exclusivamente Software Livre no seu dispositivo você fica no controle total. Mesmo que você não tenha as habilidades necessárias exercer atividade direta na comunidade livre, você irá se beneficiar de uma comunidade vibrante que irá ajudá-lo.

Você quer um smartphone que funcione exatamente como quando você o comprou? Você quer um smartphone que não espiona informações suas para grandes corporações? Então continue a ler: https://fsfe.org/campaigns/android/android.pt.html

 

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de fevereiro de 2018 em Informática, Serviço Social, Software Livre

 

Tags: , , , ,

Fale e vista uma roupa legal, estamos gravando você. Beijo, Facebook e Google!

webcam-spying

Não é nenhuma novidade que a cada dia nós estamos com menos privacidade na internet.
E quando tudo isso sai do nosso computador e nos segue através dos smartphones? Você sabia que você pode estar carregando um GPS pessoal aonde o destino é você?
Pois é, nas últimas semanas muita coisa vem mudando, já era sabido que o Google escutava a sua voz quando você utiliza essa função no Android, agora é a vez do Facebook ir mais adiante. E aí você pode até perguntar, mas é preciso que eu use o telefone, não é? A resposta é simples: NÃO! Basta que seu celular esteja com o aplicativo Facebook ativado.
 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2016 em Informática, Privacidade

 

Tags: , , , ,

Smartphone grava as conversas dos usuários sem que estes saibam

gravacao_telefone-t1200x480

Não é novidade, já que desde 2015 uma página da Google mostra diversos arquivos de áudio que ela armazena sobre você. Sim: o seu smartphone escuta o que você fala ao redor dele, mesmo que você não tenha ativado o microfone ou o Google Voice por conta própria. E sabe o pior? Ele pode até gravar o que você está conversando.

De acordo com a Google, o armazenamento de suas conversas serve para melhorar as ferramentas de reconhecimento de idioma. Ou seja, a gravação de suas falas serve para os usuários do Google Translate ouvirem “melhor” as traduções, como exemplo.

Quer checar quais conversas e áudios a Google gravou no seu smartphone? Vá até essa página, chamada “Minha atividade”, da própria companhia. Felizmente, ela permite que você delete arquivos de áudio passados e até bloquear futuras gravações. Será mesmo?

Para bloquear futuras gravações de suas conversas, clique aqui e, depois, clique no botão ao lado de “Atividade de voz e áudio”.

OBS: Ao criar uma conta nos serviços da Google os usuários concordam que seus dados sejam coletados pela empresa. Pense nisso!

 

Fonte: tecmundo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2016 em Informática, Privacidade

 

Tags: , , ,

Imagem

Reflitamos…

Google

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de julho de 2016 em Informática, Privacidade

 

Tags: , , ,

O que Google sabe sobre os usuários

Google

Até onde vão as informações que a  Google detém sobre nós? O fato é que tudo aquilo que conseguimos imaginar parece ser pouco. Pelo menos é essa a conclusão à qual se pode chegar quando experimentamos a sua nova ferramenta: My Activity. Trata-se de um serviço que registra de forma cronológica todo o percurso do usuário em que algum serviço da empresa (Google, Chrome, Android, Gmail, Google Maps…) esteja envolvido, e, considerando a onipresença na web da empresa fundada por Sergey Brin e Larry Page, é praticamente impossível esconder os seus rastros.

O serviço tem de ser ativado pelo próprio usuário, é verdade, mas o fato é que a única coisa que ele faz é dar a sua autorização para que todas as informações registradas pelo buscador sejam visíveis (apenas pelo próprio usuário). Ou seja: queiramos ou não, o Google grava em seus servidores todos os passos do usuário, para depois fornecer esse percurso, por meio dessa ferramenta, a quem o desejar.

Continue lendo aqui: http://brasil.elpais.com/brasil/2016/06/30/tecnologia/1467279302_573519.html

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de julho de 2016 em Privacidade

 

Tags: , , ,

Google é processada em R$ 34 bilhões por uso indevido do sistema Java no Android

google_justica

Oracle processou Google em cerca de U$ 9.3 bilhões (cerca de R$ 34 bilhões) pelo uso do Java no sistema operacional Android. A ação teve início em 2010, com a empresa de banco de dados afirmando que o Google deveria pagar licença para utilizar partes da tecnologia desenvolvida pela Oracle no Android.

Essa não é a primeira vez que as duas empresas tentam resolver essa situação. Em 2012, as companhias foram ao tribunal, mas o juiz não tomou uma decisão final por causa de uma questão levantada na sessão que alegava que o Java poderia ser utilizado pela Google em algumas circunstâncias limitadas.

Segundo um relatório de um especialista contratado pela Oracle, as violações cometidas pela Google contemplam US$ 475 milhões (cerca de R$ 1,7 bilhão) em quebra de direitos autorais e US$ 8,8 bilhões (cerca de R$ 32 bilhões) pelo lucro obtido da gigantes dos buscadores com o Android.

O valor só é alto desse jeito porque a discussão acabou chegando a esferas jurídicas, com o valor sendo dez vezes maior do que no último encontro em 2012. Para rebater a soma astronômica, a Google também contratou um especialista para contra atacar dizendo que o valor não deveria ser tão alto assim.

No primeiro julgamento sobre a questão, o juiz entendeu que um copyright foi violado pela Google, quando a empresa usou cerca de 37 interfaces de Java no Android. Mais tarde, porém, o juiz considerou que APIs não são elegíveis de benefícios de direitos autorais nos Estados Unidos, em decisão desfavorável para a Oracle, que recorreu à Suprema Corte norte-americana.

A decisão causou estranhamento, uma vez que a base do sistema Android acaba sendo a tecnologia desenvolvida pela Oracle e utilizada pela Google sem licença.

De um lado temos a Oracle, que busca reaver seus direitos, e do outro temos a Google, que afirma que não cometeu nenhuma irregularidade. Isso sem falar que a Oracle também acusa a gigante dos buscadores de ter acabado com o mercado para o Java, que era o maior triunfo da empresa de banco de dados.

Com informações de Computerworld e Canaltech.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de março de 2016 em Informática

 

Tags:

Google nos vigia

Google.Vigia

Google monitora praticamente todos os seus passos na internet. O que nem todo mundo sabe é que é possível saber o que a empresa guarda sobre seus usuários e o quanto ela sabe ou deduziu sobre o seu perfil online, com base no seu comportamento.

Google usa as informações que tem sobre o usuário para oferecer anúncios direcionados para o seu perfil. Para isso, ele o encaixa em diferentes categorias de gostos. O usuário pode descobrir em quais categorias se encaixa neste link:

http://www.google.com/settings/ads/

Uma das coisas mais assustadoras que o Google faz é manter um registro detalhado de sua localização. Isso acontece quando o usuário tem um smartphone e permite que a empresa tenha acesso a este tipo de informação para melhorar serviços como o Google Now.

Recentemente, a empresa também passou a transformar o histórico de localização em um recurso dentro do Maps, que destaca viagens que o usuário tenha feito e fotos que tenha tirado em determinado local. Assim, a ferramenta é uma forma de monitorar praticamente todo seu movimento. O usuário pode ver as informações que a empresa tem sobre sua localização no link abaixo:

https://maps.google.com/locationhistory

Na parte inferior, o usuário pode clicar em Pausar histórico de localização se não estiver confortável compartilhando este tipo de dado e também pode apagar todo o seu histórico clicando no ícone da engrenagem no canto inferior direito e selecionando Excluir todo o histórico de localização.

Para desespero de muitos, Google também registra tudo o que o usuário pesquisa com dados detalhados sobre quais sites este mais acessou a partir das buscas realizadas. Não guarda apenas suas buscas, mas basicamente TODA a sua atividade vinculada a uma conta do Google:

https://www.google.com/history/

Também é interessante observar que se o usuário tem o hábito de realizar pesquisas por voz, seja pelo desktop, seja pelo celular, também tem seu histórico de buscas guardado, com direito a uma gravação da sua voz fazendo a pesquisa:

https://history.google.com/history/audio?hl=pt-BR

Para recomendar novos vídeos, o YouTube guarda informações sobre o que o usuário procura e o que de fato assiste no serviço:

https://www.youtube.com/feed/history/search_history

Se tens uma conta Google e quiser ver tudo o que você já assistiu no serviço, acesse:

https://www.youtube.com/feed/history

 

Fonte: Olhar Digital

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2016 em Informática, Privacidade

 

Tags: , , ,