RSS

Conheça as oficinas de Hardware Livre do FISL17

28 jun

arduino_lcd

Muito se fala sobre os aspectos envolvidos na disseminação da ética proposta pela Cultura Hacker e, claro, não é possível abordar o assunto sem conversar sobre o uso e desenvolvimento de Hardwares LIVRES.

Desenvolver com hardwares abertos envolve uma boa dose de conhecimentos de programação e eletrônica para tornar a cultura do hardware livre tão acessível quanto o software livre. As aplicações são infinitas e vão desde a robótica, passando pela IoT, criação de brinquedos, automatização para cuidados com plantações agrícolas, inteligência artificial, protótipos para medir a qualidade do ar e da água, monitoramento da pulsação do coração, fluxo sanguíneo ou ondas cerebrais, controle de equipamentos, instrumentos musicais, controladores MIDI, entre muitos outros. Hardwares livres podem ser acoplados em projetos de utilidades variadas: médica, cultural, industrial e tudo mais que você puder imaginar.

O Arduino é das opções mais utilizadas por desenvolvedores que desejam realizar projetos com hardware livre pelo fato de ter diversas ferramentas livres já disponíveis na internet. Uma outra característica importante é que ele oferece pouco risco no seu uso, o que garante sua utilização até por crianças e seu custo é baixo. Utilizando apenas conhecimentos básicos de eletrônica, é possível desenvolver projetos de automação caseira, monitoramento à distância, entre outras ideias.

O primeiro projeto de Arduíno foi criado na Itália em 2005 e possuía cunho unicamente educacional e interagia com aplicações escolares. Atualmente, a plataforma está em constante evolução e já é utilizada em diversos ramos e áreas de conhecimento.

A plataforma contém diversos terminais que permitem a conexão com outros dispositivos externos, como motores, relés, sensores luminosos, diodos a laser, alto-falantes, microfones e outros. Para a programação,  o Arduino pode ter funcionalidades desenvolvidas por meio da linguagem C/C++, que utiliza uma interface gráfica escrita em Java. A plataforma não possui recursos de rede, mas pode ser combinada com outras placas Arduinos criando extensões chamadas de shields.

Conheça abaixo algumas das Oficinas de Hardware Aberto e LIVRE, especialmente selecionadas para desenvolvedores interessados em aprender mais sobre esse tema:

Mais Eletrônica no Arduíno – Rafael Schneider da Silva

Programação Arduino com JavaScript – Desiree dos Santos

Lógica de Programação para crianças utilizando Arduíno – Marcela Santos

Arduino de comer ou passar no cabelo?? – Guilherme Robert Silveira Santos

Protótipo de um Robô educacional baseado na plataforma Arduino – Thiago Redighieri, Mauricio Binda Da Costa, Everton Messias Santos Sena

We need to go deeper! Utilizando o Arduino no seu potencial máximo – Pedro Henrique Kopper

Programando Arduino com S4A: Scratch for Arduino – Marco Antônio Sandini Trentin, Leonardo Costella

Programando a Arduino com ArduBlock – Douglas Sulis da Costa

Oficina de Arduino – Oliver Barth Heinemann

Programação descomplicada: Arduino e Scratch em Robótica Educacional – Thiago Redighieri

Open Source Hardware: uso corporativo – Leonardo Oliveira

Arduino: Press Compile to Play – João Paulo Polles

Confira a PROGRAMAÇÃO COMPLETA: http://agenda.fisl17.softwarelivre.org/#/

E #VEMProFISL17!
Inscrições AQUI.

Fonte: Softwarelivre.org

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de junho de 2016 em FISL, Informática, Software Livre

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: