RSS

Software Livre X Software Proprietário (Uma Visão ampla)

11 ago

Este artigo não é só para quem vive no mundo das TIs, mas também para todos os cidadãos do mundo. Os softwares estão no nosso dia-a-dia, seja no pedido que fazemos na mesa do restaurante ou para aquele pagamento bancário ou tranferência eletrônica, o processador de texto onde escrevemos nosso currículo ou até mesmo aquela conversa inocente (ou não) em um site de chat.

Trantando este assunto, ouvimos todos os dias se falar em Software Livre e Software Proprietário. O maior questionamento é: Qual o melhor?

Ouve-se muito dizer que Software Propritário é melhor e que Software Livre não é bom, mas é de graça.

Verdade? Mentira? Na verdade as duas coisas.

A divisão de águas (podemos chamar assim atualmente) entre Software Livre e Software proprietário gera muitas discussões. Existem dois “times” jogando. Um os Xiitas do Software Livre outro, os Xiitas da Microsoft.

Confessa quando falei em Software Livre e Software Proprietário você pensou logo em Linux e Windows.

Bom, já que você leitor, pensou logo nos dois vamos primeiro explicar corretamente o que é Software Livre e o que é Software Proprietário, assim mudamos nosso conceito de Linux X Windows e neste artigo, tentarei (tentarei!) não citar os dois.

Software Livre:

Para começar a explicar o Software Livre, antes de dizer se é bom ou não, vou iniciar pelo fim e já dizendo: Que atire a primeira pedra quem NÃO usa Software Livre.

Sim, todos vocês usam Software Livre, e estão usando neste momento, onde?
O protocolo (TCP/IP) que todos nós usamos para navegar na internet ou na Rede de Computadores do Trabalho, de Casa, da Lan, ou de qualquer lugar é Software Livre.

No site Wikipedia.org:

“Software livre, segundo a definição criada pela Free Software Foundation é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem nenhuma restrição. A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito, o qual se opõe ao conceito de software proprietário, mas não ao software que é vendido almejando lucro (software comercial). A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível.”

Traduzindo: Software Livre significa que ele é livre, ou seja se eu comprar (sim, falei comprar porque Software Livre não significa que é de graça, mas pode ser), posso no momento que eu quiser fazer uma cópia e te dar. Posso disponibilizá-lo a quem eu quiser. É LIVRE, eu comprei, É MEU!. Posso também modificá-lo, eu não gostei da barra vermelha, quero azul, como eu tenho acesso ao código fonte dele, posso modifica-lo na hora que eu quiser.

A principal motivação do Software livre é o compartilhamento de informação e conhecimento, com um Software Livre e seu código disponível a qualquer um, pode-se aprender mais sofre programas e funções. Se voce está desenvolvendo um software e gostaria de ter uma função no seu software que você não sabe como fazer, mas tem um programa que faz, veja o código dele, copie a função e use, ela é livre e está lá para todos aprenderem.

Software Proprietário:

Bom, acho que todos ja usaram ou usam (não vou falar dele), o software que está em seu celular, o software do seu Internet Banking, entre outros.

No site wikipedia.org

“Software proprietário ou não livre é aquele cuja cópia, redistribuição ou modificação são em alguma medida proibidos pelo seu criador ou distribuidor. A expressão foi cunhada em oposição ao conceito de software livre.

Normalmente, a fim de que se possa utilizar, copiar, ter acesso ao código-fonte ou redistribuir, deve-se solicitar permissão ao proprietário, ou pagar para poder fazê-lo: será necessário, portanto, adquirir uma licença, tradicionalmente onerosa, para cada uma destas ações.

Alguns dos mais conhecidos softwares proprietários são o Microsoft Windows, o RealPlayer, o Adobe Photoshop, o Mac OS, o WinZip, algumas versões do UNIX, entre outros.”

Prestem atenção, quem falou nele foi o site, estou apenas replicando fielmente heim.

Em resumo, eu compro (ou não, há versões freeware também) mas não posso te dar uma cópia, não tenho acesso ao código e não sei exatamente como ele funciona por dentro, só sei o que ele faz.

Deixando de lado as bandeiras xiitas, é possível sim fazer uma análise de qual é melhor e qual é pior, mas isto depende de cada um de nós.

Antes de analisar os melhores e piores, vamos a uma pequena análise individual:

Software Livre pode ser bom?
Sim, pode ser bom. Quem os desenvolve são os mesmos profissionais que desenvolvem o Software Proprietário, profissionais da mesma qualidade. A diferença é apenas a licença de uso.

Software Proprietário pode ser bom?
Claro, a resposta já foi dada no ítem anterior.

Poxa, então porque tanta discussão sobre este assunto? É muito simples, cada caso, cada situação, cada empresa, cada casa tem suas particularidades. O que é bom pra mim, pode não ser bom pra você, seja por motivos específicos ou culturais.

Sempre que pensar em adquirir um Software, você sempre ouvirá: “este é bom, este é legal, eu uso este” ou “este é caro, tem de graça”.
O ideal para escolher é seguir o seguinte script:

1 – Para que eu preciso do Software?
2 – Quais funções dele eu vou usar? (Esta pergunta é importante, a maioria usa editor de textos apenas as funções de formatação de fontes)
3 – As funções utilizadas será igual a toda a equipe que utilizará?
4 – Quais os software disponíveis no mercado que atendem a esta necessidade? (Idependente da licença e custo)
5 – Fazer um piloto com cada um dos softwares encontrados
6 – Separar os que atenderam 100% a especificação
7 – Escolher o melhor Custo X Benefício.

Seguindo este roteiro, você descobrirá que poderá usar Software Livre em muitas coisas na sua vida, sua empresa e seu dia-a-dia. Sem perder na qualidade do que você está fazendo.

Algumas curiosidades:

– Foi Constatado que 47,20% dos Sites do mundo estão hospedados em Servidores Apache (Software Livre)
– Mais de 80% dos Servidores DNS do Mundo é o Bind (Software Livre)

Robertson Reis

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de agosto de 2010 em Sem categoria

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: